Domingo, 25.07.10

Ao olhar para a mimosa examinando toda a copa, apercebi-me de um ninho de Rola, cuja Rola lá estava. 

Fui ver o que tinha.

 

Eis o que de belo se me oferecia. Dois belos ovos de Rola.

Procurei ser discreto. A discrição indispensável para não se assustarem demasiado e abandonarem o ninho.

Esperei que as crias nascessem.

 

Quando me apercebi que algo tinha mudado subi novamente à árvore para visitar quem lá estava. Indiferentes à minha presença, de papo bem cheio, dormiam. Ao notarem algo de anormal:

 

Pelo menos uma das crias acordou. A outra como estava virada para o outro lado não deu para verificar.

 

Voltei uma semana depois; Estavam bem crescidas, bem alimentadas. Como se pode verificar o ninho, são apenas uns pauzitos cruzados é pequeno para ambas. Não sei como aconteceu mas uma cria caiu do ninho. No dia seguinte quando fui ao quintal, de manhã, estava na relva. Não havia nada a fazer, estava morta!

 

Restava agora esta que não era nada simpática à minha presença.

 

Dias depois quando lá voltei para a visitar, pôs-se a milhas.

 

Agora é este belo exemplar. Devidamente tratada. Parece que até já simpatiza comigo. Todos os dias a liberto uns minutos enquanto mudo água e coloco comida e faço a limpeza.

 

 

 


Tags: ,

Publicado por bcmantunes às 23:41 | link do post | deixe comentário | ver comentários (2)

Com as chuvas de Junho o ninho amoleceu, talvez porque não estava bem construído. Os ovos caíram interrompendo desta feita um processo que iria terminar em nascimento de 3 avezinhas. Foi uma ninhada que se perdeu. Os ovos apresentavam as crias que estavam prestes a nascer, tavez faltassem 2 ou 3 dias, para o nascimento.

 

 


Tags: ,

Publicado por bcmantunes às 23:31 | link do post | deixe comentário

Os melros são aves bastante importantes nas zonas rurais sobretudo. Alimentam-se de insectos e vermes prejudiciais à agricultura.

 

Este é o irmão um pouco maior. Deve ter sido o primeiro a nascer. Há um terceiro que não se dixou fotografar. Nesta ninhada houve apenas 3 crias.

 

 


Tags: ,

Publicado por bcmantunes às 23:24 | link do post | deixe comentário

Sábado, 24.07.10

 

Em Fevereiro inicia-se o acasalamento e nidificação para a maior parte das aves em Portugal. Terminando em finais de Junho meados de Julho, Conforme as espécies!

Quer para as que residem quer para as migratórias.

Em resumo deixo uma ilustração da fraca época que registei.

Foi com tristeza que asisti a situações de não fecundação dos ovos de melro. Daqueles que escolheram o meu quintal para nidificar, só uma das 3 ninhadas foi bem sucedida.

Tive o privilégio de ter uma espécie que raramente faz ninho nas árvores do meu quintal. Estou a falar de Rolas. Desta espécie também ocorreu um triste acidente. O niho tinha dois ovos de que houve dois nascimentos. Quando as crias já estavam na segunda semana, uma caiu do ninho e foi fatal. Foi durante a noite, portanto não houve hipótese der ser socorrida. Resta um belo exemplar que tenho em cativeiro e que, oportunamente, irei libertar.

 

Para recordar em Maio deste ano:  

Tinham passado 21 dias de incubação. Não era provável que viesse a nascer qualquer cria destes ovos.

 

Continuava tudo na mesma. Quanto a nascimentos, nada acontecia. 

Decidi tirar o ninho, para libertar o tronco do chorão onde este estava.

 

 

 


Tags: ,

Publicado por bcmantunes às 19:16 | link do post | deixe comentário | ver comentários (2)

Quinta-feira, 20.05.10

A fêmea do Melro continua no seu papel imprescidível na incubação dos ovos para que haja nascimento das crias. Espero que tudo corra bem para que daqui a poucos dias possa mostrar os filhotes de Melro.

Notei uma ausência da fêmea no ninho, cheguei a suspeitar que o tivesse abandonado. Parece que continua tudo bem. Fotografei. Lá se nota com a cauda de fora. Por norma são 3 semanas de incubação. Para poder controlar tal periodo, sería necessário notar o início da incubação para se poder contar exactamente o tempo decorrido desde o início.

 

 


Tags: ,

Publicado por bcmantunes às 22:32 | link do post | deixe comentário

Terça-feira, 04.05.10

É primavera, é tempo de acasalamento...

Outro momento.

 

Ninho de andorinha e suas crias. Estão bem crescidinhas. Prontas para voar. Talvez amanhã de manhã.

 

Ninho de melro num chorão do meu jardim. Vou seguir a evolução da incubação e nascimento das crias. 

 

 

 

 


Tags: ,

Publicado por bcmantunes às 22:13 | link do post | deixe comentário

.mais sobre mim
.Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Artigos Recentes

. Ninhada de Rolas!

. Ninho de Melro!

. Melros Desaninhados.

. Época de Acasalamento de ...

. Aves, Acasalamento, Crias...

. Aves, Ninhos

.arquivos
.Tags

. aves(6)

. baía de cascais(2)

. cascais(4)

. cascais baía(2)

. eleições em pomares(2)

. estoril paredão(2)

. figos(2)

. foz da moura(3)

. gastronomia(7)

. madeiro de silvares(2)

. melros(3)

. monumentos(2)

. natal(4)

. natureza(2)

. ninhos(3)

. páscoa 2010 silvares(3)

. pomares(4)

. praia da poça(2)

. ruralidades(2)

. silvares fundão(7)

. todas as tags

.Visitas:

.links
.subscrever feeds
.algumas fotos: